As faixas de temperatura da água na Natação






http://www.amaralnatacao.com.br/wp-content/uploads/natacao-2.jpg

Para chegar à temperatura ideal da água, deve-se analisar fatores como: intensidade da atividade física praticada, idade e condições especiais dos banhistas, temperatura do ar e frequência de tratamento da água da piscina. As temperaturas ideais podem ser dividas em 3 faixas (atleta, aluno e bebê), nestas faixas a utilização dos limites inferiores ou superiores depende sobretudo da temperatura ambiente, ou seja, no dia mais quente é indicado o limite inferior, e no dia mais frio, o limite superior.

Temperaturas muito elevadas não são recomendadas, pois podem causar desconforto aos usuários. Além disso, quanto mais alta a temperatura escolhida, maior deverá ser o rigor em relação ao tratamento da água, e os parâmetros (alcalinidade, ph, cloro e dureza cálcica) deverão ser medidos e corrigidos com maior frequência, para garantir o conforto dos banhistas e potencializar a ação dos sanitizantes. Uma sugestão para auxílio no tratamento e informatização dos alunos é o uso de um termômetro permanentemente fixado à escada e submerso na água da piscina.

1ª. Faixa – de 25°C a 28°C (faixa ATLETA): este é o intervalo de variação que, segundo a regra FR 2.11 da FINA (Fédération Internationale de Natation), as piscinas oficiais devem apresentar em suas águas. Nestas temperaturas são realizadas competições oficiais e extraoficiais de natação, saltos ornamentais, pólo aquático e nado sincronizado, assim como treinamentos avançados destes esportes aquáticos. Em academias, as aulas ministradas utilizando essa faixa de temperatura são geralmente destinadas a alunos adolescentes ou adultos jovens, em turmas de aprendizado avançado ou aperfeiçoamento.

2ª. Faixa – de 29ºC a 30ºC (faixa ALUNO): é a faixa de ouro da maioria das academias e cursos de natação em geral. Nesta faixa se encaixarão 95% de todas as atividades aquáticas de uma piscina comercial, ou seja, o aprendizado da natação em todos os níveis e idades acima de 2 anos; a prática de  hidroginástica, incluindo gestantes; e as atividades alternativas como surf, mergulho, hidro axé, hidro circuito, etc. Mesmo se a academia desenvolver turmas especiais para deficientes físicos, eles poderão usufruir bem destas temperaturas, desde que mantenham preservada boa mobilidade corporal para as aulas.

3ª. Faixa – de 31ºC a 32ºC (faixa BEBÊ): esta faixa de temperaturas mais altas é indicada para: bebês de até 2 anos (também conhecidos como Bebês I), prática de  hidroterapia, e para os deficientes físicos mais comprometidos em termos de movimentação espontânea. Recomenda-se que nestas condições térmicas, o tratamento químico deve ser ainda mais rigoroso, com aferições dos parâmetros (alcalinidade, cloro e pH) três vezes ao dia.

Ainda há duas faixas que são consideradas em algumas literaturas, como até 15,5oC (que denomino faixa URSO POLAR): nestas temperaturas são possíveis apenas aquelas atividades físicas mais que radiais, extremas (travessias de lagos no Canadá, mergulhos no gelo para documentários, etc.), e sempre com o uso de roupas isolantes de borracha (neoprene) tipo Longjohn: pernas e mangas longas e espessura 5/3 (5 mm no peito e 3 mm nas mangas). Mesmo assim, os riscos de hipotermias são bastante altos e recomenda-se monitoramento médico severo. Com temperatura abaixo de 15º C, o uso da roupa de borracha é obrigatório em todas as categorias no Troféu Brasil de Triathlon (Cap. II, item 7).

A outra faixa é a de 16oC a 24oC (chamo de faixa RADICAL): nesta faixa a FINA já permite oficialmente provas ditas de Águas Abertas (Regra OWS 5.5) e esportes radicais como o surf, windsurk, katesurk, bodybording e mergulho são plenamente possíveis, desde que praticados com as roupas de borracha adequadas. A orientação é a seguinte: shortjohn de mangas e bainhas curtas, com espessura de 2 mm de neoprene é apropriado para águas mais quentes, como 20°C. Springsuit: espessura de 3/2 mm de neoprene (o primeiro número é a espessura do peito, e o segundo das mangas) e é apropriado para águas com temperaturas entre 18-23°C, podendo ter mangas e bainhas curtas ou longas.  Longjohn (mangas e bainhas longas) se a temperatura da água é de 18°C ou menos, com espessuras de 4/3 e 5/3.

No regulamento do Troféu Brasil de Triathlon, o uso de roupa de borracha para atletas amadores e elite amador a partir de 25 anos é liberado, independente da temperatura da água. Para os atletas profissionais e elite amador de 15 a 24 anos só é liberado o uso de roupa de borracha quando a temperatura da água estiver 21ºC ou abaixo. (Cap. II, itens 5 e 6).

É importante estar atento a essas temperaturas. Outra coisa que tem que se prestar atenção é a limpeza da piscina.  Clique abaixo e saiba mais

Piscina Limpa


Comente:

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.